• wesley Cardoso

Prefeitura realiza ação de enfrentamento ao abuso ou exploração sexual de crianças e Adolescentes

ASSEMCOM

A Prefeitura de Epitaciolândia por meio da Secretaria de Cidadania e Ação Social realizou durante esta semana programação em alusão ao dia 18 de maio para conscientizar as pessoas sobre a importância do enfrentamento ao abuso ou exploração sexual de crianças ou adolescentes.


A campanha foi criada a partir da mobilização de diversas entidades que promoviam ações em celebração ao18 de maio.


Na segunda16/05, Pela Manhã foi oferecido um café da manhã para homenagear as Assistente Sociais pelo seu dia que é comemorado no 15 de maio, tendo em vista que elas lidam diretamente com as famílias agindo diretamente para diminuir ou evitar átrios e violências domesticas através de acolhimento e orientação.


Ainda na Segunda foi realizada uma Roda de Conversa sobre “Impacto da Pandemia no contexto da violência Sexual contra a criança e o adolescente,” com representantes dos órgãos que compões o sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e Polícia Militar. Além disso, foi feito participação em rádios para difundir a campanha Faça Bonito.


Na terça-feira 17/05, Foi Feito o tradicional plantio de flores na Praça Edmundo Pinto, afim de chamar a atenção de toda a sociedade da importância do tema e o enfrentamento ao abuso ou exploração sexual de crianças ou adolescentes.


Na Quarta-feira dia 18/05, dia escolhido para a campanha de enfrentamento ao abuso ou exploração sexual de crianças ou adolescentes. Pela manhã, foi realizado um pit-stop na Ponte José Augusto que liga Epitaciolândia a Brasiléia abordando motoristas e transeuntes sobre a importância do tema com a distribuição de panfletos.


Segundo relatou a Secretária Eliade Maria, essa campanha no mês de maio reflete um pouco do que vem sendo feito o ano todo para garantir as Crianças e Adolescente uma rede de proteção dentro e fora de casa.


“Aqui estamos realizando uma campanha em alusão ao dia 18 de maio, que celebra a luta de combate a exploração sexual e o combate a violência contra a criança e o adolescente, esse trabalho acontece o ano todo, porém, precisamos da ajuda de toda a sociedade para combater tais crimes, temos que nos manter atentos, e se percebermos qualquer anormalidade no comportamento dos mesmos, devemos buscar ajuda imediatamente junto as autoridade cabíveis, só assim vamos protege-las.” Destacou a Secretária.



0 comentário