• wesley Cardoso

Prefeitura de Epitaciolândia lança programa de atendimento para Autistas e crianças com deficiência

Assemcom

Marco importante na história do município de Epitaciolândia foi lançado na tarde de sexta-feira, 23, o projeto Anjo Azul. A prefeitura de Epitaciolândia, através da secretaria de saúde, em parceria com o judiciário, iniciou em julho de 2022, atendimento às crianças com transtorno do espectro autista (TEA). Definido pela ciência como distúrbio do neurodesenvolvimento caracterizado por desenvolvimento atípico, manifestações comportamentais, déficits na comunicação e na interação social.

Graças à importante parceria com o poder judiciário, através da magistrada Dra. Joelma Ribeiro, o prefeito Sérgio Lopes assumiu o desafio junto às mães para que ações voltadas a esse importante atendimento fossem iniciadas. Terapias Denver e ABA passaram a ser ofertadas pela rede municipal de saúde a partir da implantação do projeto.


Tomadas por muita emoção, todos os presentes receberam os relatórios da Fonoaudióloga Fabiana Xavier, que está atuando no município desde o mês de julho. Também tiverem a informação da contratação da psicóloga Danusa Nassara, que atuará junto à essa clientela para fortalecer os atendimentos.


Hoje, o projeto Anjo Azul está atendendo cerca de 130 crianças com TEA, Síndrome de Down e outras necessidades especiais dos municípios de Epitaciolândia e Brasiléia. Em seu depoimento o prefeito Sérgio Lopes ressaltou a expectativa de, ainda em 2022, inaugurarem no município um centro de atendimento às pessoas com autista ou deficiências de desenvolvimento: o Centro de Atendimento Anjo Azul, com ações e liminares para cobertura das terapias Denver, ABA e demais necessárias.


Ressalta-se que o tratamento oportuno com estimulação precoce deve ser preconizado em qualquer caso de suspeita de TEA ou desenvolvimento atípico da criança, independentemente de confirmação diagnóstica. Os pais que identificarem a necessidade de atendimento para os filhos deverão procurar a Secretaria Municipal de Saúde de Epitaciolândia.



0 comentário