• Wesley/Assemcom

Governo anuncia 18 milhões em investimentos para recuperação de ramais em Epitaciolândia

Com agência Acre/Assemcom



O governo do Acre realizou na tarde desta quarta-feira (9) o lançamento da 2ª Etapa da Operação Apoio – Programa Ramais do Acre nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, onde deve ser executados 85 km de ramais. Além disso, a equipe fez a doação de madeira, vinda do IMAC, para construção de duas casa e colocação do piso de uma escola no Ramal da Nabal.


De acordo com informações da equipe técnica, será investido mais de R$ 22 milhões na recuperação dos ramais da região dos municípios de Epitaciolandia e Brasíleia. Em todo o estado, Gladson contou que o investimento chega a R$ 94 milhões.


O prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes (PSDB), disse que na região serão construídos 56 km de ramais. “O maior beneficiado vai ser o ramal da Estrada Velha, a região mais produtiva. Entregamos toneladas em produção que fortalece o agronegócio e a pecuária”, destacou.


A prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, agradeceu o apoio do governo nas ações de desenvolvimento da região. “Nunca ouvi um não do governador, sempre está ajudando para que possamos melhorar a vida da população”, argumentou.



O governador Gladson Cameli (Progressistas) enalteceu o esforço de toda a bancada federal do Acre para que o programa seja iniciado no terceiro ano de gestão. “São emendas de bancadas anteriores, de fato e direito começam as obras no estado. Não quero serviço mal feito não, tem que ser feito a base. Eu vou diminuir a promessa e aumentar a prática”, disse.


Cameli sugeriu aos representantes municipais, dos dois municípios, que busquem contratar empresas da região. “Façam isso, porque gera emprego e renda à população”, ressaltou.


O programa Ramais do Acre é uma iniciativa do Governo do Estado, em parceria com as prefeituras para a abertura e recuperação de estradas vicinais, que visa criar condições necessárias para o fortalecimento e consolidação do agronegócio como nova alternativa de desenvolvimento econômico e social.



0 comentário