...
 
  • Ana Freita/Wesley Cardoso/ASSEMCOM

Auxilio Brasil- Prefeitura contempla 315 famílias com programa do Governo Federal


A prefeitura através da SEMCIAS (Secretaria de Cidadania e Assistência Social) está realizando novos cadastros de pessoas para serem inseridas no programa do Governo Federal Auxílio Brasil, o antigo Bolsa Família, essa semana foram contempladas 315 famílias que a partir de agora poderão contar com o benefício.


Segundo informou a Secretária de Cidadania e Assistência Social, Eliade Maria, novos cadastros estão sendo feitos para aquelas famílias que se encaixam dentro das exigências do programa.


“Estamos trabalhando para atender o máximo de pessoas possível nesse início de ano, nossas equipes estão prontas para atender aquelas famílias que está dentro das exigências do governo federal para serem cadastradas e após aprovadas pelo Ministério da Cidadania, ter acesso ao programa Auxílio brasil.” Destacou a Secretária.


O que é o Auxílio Brasil?


É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, o programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação o acesso à educação à saúde, emprego e renda.


Quem pode participar do Programa Auxílio Brasil?


A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza (renda mensal de até R$ 210,00 por pessoa) ou extrema pobreza (renda mensal de até R$ 105,00 por pessoa). As famílias pobres (renda até 210,00) participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes, crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos.


Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.


O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no Programa, nem no recebimento do benefício. Conforme disponibilidade orçamentária, mensalmente, o MC – Ministério da Cidadania seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

0 comentário